Empreendedorismo Jovem

A estratégia de Lisboa, como cidade Empreendedora e Inovadora, assenta no desenvolvimento do ensino do empreendedorismo aos mais novos nas escolas do concelho, pois existe a noção clara de que o empreendedorismo é uma atitude de vida que precisa de ser construída e desenvolvida, e é um requisito obrigatório para o desenvolvimento e aumento quantitativo e qualitativo de iniciativas empresariais.

A CML considera primordial o estabelecimento de uma rede de atores nas áreas da inovação e do empreendedorismo, de modo a desenvolver na cidade uma atitude de promoção de talento, o apoio a ideias inovadoras e a atenção às realidades da economia e da competitividade.

Para além do projeto Orçamento Participativo Escolar, a Câmara Municipal de Lisboa estabeleceu uma parceria com a  JAP - Junior Achievement Portugal, para a implementação do Programa de Empreendedorismo Jovem.

A autarquia tem vindo a desenvolver projetos com o intuito de cultivar nos jovens com idade escolar os valores da responsabilidade cívica, do envolvimento na vida da comunidade e da educação para a cidadania.

Neste sentido, teve início no ano letivo de 2011/2012 a parceria entre a Câmara Municipal de Lisboa e a Junior Achievement Portugal, com o objetivo da promoção da educação para o empreendedorismo.

Nos últimos 6 anos estiveram envolvidas cerca de 22.000 crianças e jovens, em cerca de 163 escolas da cidade.

Para além desta parceria com a JAP a CML está a desenvolver o programa “ACADEMIA DO CÓDIGO JUNIOR” que começou no ano lectivo de 2014/2015 a ensinar programação/código a crianças e jovens de várias escolas do município de Lisboa.

Programas Junior Achievement

Após balanço do protocolo assinado no 1º ano de implementação do programa, no qual a parceria entre a CML e a JAP assentou sobre a implementação de 4 programas: “A Família”, “A Comunidade”, “Economia para o Sucesso” e “A Empresa” dirigidos ao ensino básico e secundário, a JAP em conjunto com a CML optaram por alargar ainda mais o leque de ofertas educativas. Desta forma, as escolas foram também convidadas a participar na implementação dos programas “Europa e Eu” e “É o Meu Negócio”, dirigidos, respetivamente, aos 5º/6º e 7º/8º anos do ensino básico.

"A família"

Duração: 5 Sessões

Público-alvo: 6 a 7 anos (1º Ano)

Descrição: O programa “A Família” identifica o que é uma família e o seu funcionamento, o que as famílias necessitam e desejam, onde conseguem concretizar as suas necessidades e desejos, e tipos de emprego que os membros da família têm.

"A comunidade"

Duração: 5 Sessões

Público-alvo: 7 e 8 anos (2º Ano)

Descrição: O programa “A Comunidade” orienta o aluno numa descoberta da comunidade, dos negócios que operam no seio desta, de como o governo trabalha no sentido de desenvolver serviços para o bem-estar dos seus cidadãos, e como os cidadãos têm responsabilidade no bem-estar económico da comunidade.

"Europa e eu"

Programa dirigido a alunos de 10-12 anos do 5º e 6º anos do 2º ciclo do ensino básico. Explora a localização de recursos naturais, como é que os países podem utilizar os seus recursos naturais e como é que são gerados negócios que produzem bens e serviços para os consumidores e entre diferentes regiões.

"É o meu negócio!"

Programa dirigido a alunos de 13-15 anos, dos 7º e 8º anos do 2º ciclo do ensino básico. Explora os conceitos de empreendedor e empreendedorismo, com foco no pensamento crítico, desenvolvimento de competências empreendedoras e de um projeto empresarial.

"Economia para o sucesso"

Duração: 6 sessões

Público-alvo: 13 a 15 anos (8º e 9º anos)

Descrição: O programa “Economia para o Sucesso” fornece informação prática sobre finanças pessoais e sobre a importância de identificar objetivos de educação e carreira baseados em interesses, valores e competências dos alunos.

"A empresa"

Duração: 1 ano letivo

Público-alvo: 15 – 21 anos (10º, 11º e 12º anos)

Descrição: o programa “A Empresa” é o programa bandeira da Junior Achievement. Aquele que tornou esta organização mundialmente conhecida e foi também o primeiro programa criado pela Junior Achievement. Alunos do ensino secundário criam uma Mini-Empresa com a ajuda de um voluntário e de um professor. Os alunos reúnem capital através da venda de títulos de participação, criam um produto ou serviço, colocam-no no mercado e por último liquidam a operação e pagam os dividendos aos titulares. Em cada uma das etapas do ciclo empresarial estarão a desenvolver uma competência empreendedora fundamental para o seu futuro.